by Banner-Link

A História de Belo Horizonte - Década de 50


1950 - Fundação da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais.

  • Com a inclusão de Belo Horizonte para sediar a Copa do Mundo houve a necessidade de ser construído um monumental Estádio Municipal, hoje conhecido como Independência.
  • 07/12 - O Clube Atlético Mineiro ganhou, na França, o título de "Campeão de Gelo". A disputa foi contra o St de François, sob uma temperatura de 5 graus abaixo de zero, com o gelo cobrindo todo o campo.

1951 - No dia 1º de fevereiro, Américo Renê Giannetti tomou posse como Prefeito de Belo Horizonte, e Juscelino Kubistcheck como governador do Estado. 1952 - Com o crescimento da cidade houve a necessidade da melhoria do sistema de transporte. Belo Horizonte ganhou a sua primeira linha de trolebus, aos quais eram veículos grandes nas cores laranja e creme, movidos a eletricidade.

  • Inauguração do Colégio Municipal, com o objetivo de servir aos moradores do Conjunto IAPI, no bairro São Cristovão.

1953 - Ocorreu um grande incêndio no Instituto de Educação, e com ele acabou-se com uma das melhores bibliotecas de Belo Horizonte.

  • Fundação da Construtora Mendes Júnior.
  • Os ônibus eram utilizados pela chamada elite, e os bondes para as classes mais populares.

1954 - Início da construção da Biblioteca Pública na Praça da Liberdade. O prédio teria seis andares, teatro, cinema, ambulatório e salas de exposições. Os operários que trabalhavam na obra eram presidiários da Penitenciária de Neves.

  • Inauguração do terminal de passageiros do Aeroporto da Pampulha e o Colégio Estadual no bairro de Lourdes, onde ficava o Batalhão de Cavalaria da Polícia Militar, que fora transferido para o DI no Prado. As duas obras foram realizadas pela então governador do estado, JK. O prédio do colégio foi projetado por Oscar Niemeyer, representando as salas de aula, uma régua; o auditório, um mata-borrão; a caixa-d'água, o formato de um giz, e o refeitório, simbolizado por um formato de uma borracha.
  • Foi construído, à base de protestos ecológicos, o colégio Imaco - Instituto Municipal de Ciências Contábeis- dentro dos limites do Parque Municipal.
  • 16/04 - Começou em Belo Horizonte o que mais tarde foi uma catástrofe histórica. Na base da barragem da lagoa da Pampulha apareceu um pequeno vazamento com a forma de um repolho. Técnicos forma imediatamente para o local e tomaram algumas medidas preliminares, mas o vazamento começava a aumentar. Alex Rabelo, construtor da barragem, e Luiz Vieira, considerado o maior técnico em barragens, decidiram que as compotas deveriam ser abertas. O aeroporto da Pampulha foi interditado. O Corpo de Bombeiros tomou providências para que os moradores dos bairros, Aarão Reis, Capitão Eduardo, Matadouro e São Paulo, onde passava o Córrego do Onça, fossem retirados transferindo-os para um lugar seguro. No dia 20 aconteceu a tragédia maior: a barragem rompeu. Milhões de metros cúbicos de água se projetaram rumo ao aeroporto e inundaram toda a região, formando um espetáculo impressionante. O pequeno Córrego do Onça transformou-se num caudaloso rio, estendendo-se até o Rio das Velhas que também transbordou. Não houve vítimas, mas os prejuízos materiais forma incalculáveis.

1955 - Celso Mello tomou posse em 1º de fevereiro como prefeito de Belo Horizonte.

  • 08/11- Nascia a primeira emissora de televisão de Belo Horizonte e a terceira do País, a TV Itacolomi.
  • Foi inaugurado um arrojado edifício, o mais alto do Brasil na época, o Conjunto JK, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

1956 - O crescimento da cidade podia ser percebido pelo fato do Aeroporto da Pampulha ser o sexto do mundo, recebendo mais de oitenta aviões por dia.

  • 02/01- Inauguração do Clube dos Viajantes, com sede na Rua Itapecirica; passando mais tarde a ser chamado de Clube Recreativo Mineiro, e sua sede foi transferida para a Rua Grão Mogol, no bairro Sion.
  • Inauguração do Santa Casa de Misericórdia, com capacidade para 1200 leitos.

1957 - Construção do Edifício Arcângelo Maleta no lugar do Grande Hotel, que teve destacada participação na história da cidade, hospedando tantas pessoas ilustres e sendo palco de várias decisões que definiram os rumos do Brasil.

  • Belo Horizonte era considerada o município de maior progresso do país.
  • A Rede Ferroviária Federal inaugurou a linha BH-Rio Acima
  • Finalização das obras de reconstrução da represa da Pampulha. JK veio a Belo Horizonte para inaugurá-lá e foi recebido com grande festa popular.

1958 - Inauguração do prédio da Delegacia de Plantão no Bairro São Cristovão.

  • Finalização de uma projeto de construção do mais arrojado centro esportivo do País. Era constituído de uma grande estádio para a prática do futebol - o Mineirão -, um ginásio para esportes especializados de diversas modalidades - o Mineirinho - um Centro Esportivo Universitário - CEU e da Lagoa da Pampulha para os esportes aquáticos.
  • 01/05 - Inauguração do Conjunto Residencial JK.
  • 12/12 - A Universidade Católica de Minas Gerais foi reconhecida oficialmente, através de decreto assinado por JK, exatamente no dia do aniversário de Belo Horizonte.
  • Amintas de Barros tomou posse como Prefeito da cidade.

1959 - Inauguração da Praça 21 de Abril, hoje conhecida como Praça Tiradentes, no dia 29 do mesmo mês.

  • Inauguração do Zoológico.


by Banner-Link

Voltar